Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

UE apresenta plano de resistência à influência da Sputnik e RT

© Sputnik / Aleksei Filippov / Abrir o banco de imagensAgência de notícias Sputnik
Agência de notícias Sputnik - Sputnik Brasil
Nos siga no
O plano da União Europeia de resistência à “propaganda russa” inclui um apelo à divulgação da política da UE nos países da ex-URSS e uma série de medidas orientadas contra a mídia russa, inclusive a agência Sputnik e canal televisivo RT.

In this photo taken on Monday, March 30, 2015 EU flags flap in the wind behind a no entry traffic sign in front of EU headquarters in Brussels - Sputnik Brasil
UE cria equipe especial para conter "propaganda russa"
Para resistir ao canal televisivo RT e à agência Sputnik que “publicam informação fabricada e promovem a retórica de ódio em suas representações nos países da UE”, a Comissão Europeia planeja “aumentar a colaboração entre órgãos reguladores nacionais, inclusive por meio de realização de reuniões do Grupo Europeu de Reguladores”. A Comissão Europeia também “irá fazer uma nova proposta legislativa para melhorar a base legal e tomar em conta os desafios contemporâneos”, diz a edição on-line EUobserver que teve acesso ao documento. 

Uma equipe de especialistas da UE também planeja “elaborar comunicados sobre as questões principais”, inclusive em russo, para serem distribuídos entre os serviços de imprensa, delegações e países-membros da UE. Segundo os autores da iniciativa, esses materiais “permitirão aos cidadãos entender que as reformas políticas e econômicas realizadas pela UE podem daqui a algum tempo influenciar positivamente as suas vidas”. 

“A União Europeia tenta abafar a voz alternativa do RT, enquanto na Europa existem centenas de jornais, canais televisivos e emissoras que transmitem somente um ponto de vista sobre os acontecimentos no mundo”, disse a redatora-geral do RT Margarita Simonyan.

“No Reino Unido foi criada toda uma brigada de 1.500 pessoas, cuja tarefa entre outras é a luta contra Rússia na mídia social. No comitê da OTAN há um grupo especial de resistência à influência russa em todo o mundo. Poucos dias atrás, a Deutsche Welle lançou a emissão televisiva em inglês como contrapeso ao RT. Ao mesmo tempo, quase todas as grandes agências ocidentais, inclusive BBC, DW e Euronews, transmitem em russo. E a Radio Svoboda (Rádio Liberdade), financiada pelo governo dos EUA, também tem emissão em russo. Se, depois disso, a União Europeia continuar a queixar-se que está perdendo a guerra de informação, deverá talvez começar a ter consciência de que as pessoas simplesmente já estão fartas da cobertura unilateral feita pelas principais mídias europeias.”, acrescentou. 

Segundo os dados da EUobserver, o grupo europeu de resistência à mídia russa terá o nome East StratComTeam e começará a funcionar a partir de setembro 2015.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала