OTAN considera treinar forças iraquianas contra o Estado Islâmico

© AP Photo / Jim MacMillanMilitares americanos em missão na cidade de Ramadi em outubro de 2004, um ano e sete meses após a invasão do Iraque pelos EUA
Militares americanos em missão na cidade de Ramadi em outubro de 2004, um ano e sete meses após a invasão do Iraque pelos EUA - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A OTAN está considerando enviar militares ao Iraque para treinar as forças locais na luta contra o avanço do grupo jihadista Estado Islâmico, afirmou o embaixador dos EUA na OTAN nesta terça-feira.

Iraquianos desalojados após a ofensiva do Estado Islâmico - Sputnik Brasil
Estado Islâmico força fuga de mais de 3 milhões de iraquianos, diz ONU
Neste mesmo mês de junho, o primeiro-ministro iraquiano, Haider Abadi, acusou a coalizão liderada pelos Estados Unidos de não fazer o suficiente para ajudar o Iraque na luta em solo contra o Estado Islâmico.

“A OTAN está trabalhando em construir uma capacidade de defesa onde a OTAN, como instituição, iria, a pedido do governo do Iraque, oferecer assistência nesse sentido”, declarou Douglas Lute ao jornal britânico The Guardian.

O embaixador afirmou que nenhuma decisão havia sido tomada sobre a condução de treinamentos no Iraque — dentro ou fora do país.

Militantes do EI em um veículo das forças de segurança do Iraque (Mossul, junho de 2014) - Sputnik Brasil
Iraque: coalizão faz pouco no combate ao Estado Islâmico
A Aliança já prestou auxílio ao Iraque no passado, principalmente com uma missão de treinamento no país que ocorreu de 2004 a 2011.

Apesar de um extenso programa envolvendo cinco mil soldados iraquianos, o exército do Iraque não conseguiu conter os avanços recentes do Estado Islâmico. No último mês, militantes do EI capturaram Ramadi, capital da província de Abar, localizada a cerca de 130 quilômetros de Bagdá. Desde 2014, o grupo jihadista tomou o controle de boa parte do território do país.

Em junho, o presidente dos EUA, Barack Obama, aprovou o envio de 450 militares para aconselhar e treinar forças iraquianas. Além desse grupo, cerca de três mil soldados americanos já estavam no país.


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала