Manifestantes anti-imigração rasgam bandeira da UE na Eslováquia

© AFP 2022 / VLADIMIR SIMICEK Milhares de pessoas saíram para ruas da capital eslovaca, Bratislava, para protestar contra a imigração
Milhares de pessoas saíram para ruas da capital eslovaca, Bratislava, para protestar contra a imigração - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Milhares de pessoas saíram para ruas da capital eslovaca, Bratislava, para protestar contra a imigração e as quotas de distribuição de refugiados, ação organizada por um grupo chamado "Parar a Islamização da Europa", informa a agência France-Presse.

Os manifestantes também carregavam bandeiras com inscrições "Multiculturalismo é genocídio", disse o comunicado. Durante evento dois policiais foram feridos e 140 dos manifestantes mais violentos foram presos.

Mais tarde, na estação ferroviária local, atacantes não identificados atiraram garrafas e pedras contra uma família árabe.

Grupos extremistas eslovacas se opuseram à proposta da Comissão Europeia para receber cerca de 800 refugiados, de entre os que chegam por mar às costas gregas e italianas. Como relatou anteriormente a televisão local, citando uma pesquisa realizada no início desta semana, mais de 70% dos cidadãos não concordam com a recepção de refugiados, proposta pela Comissão Europeia. O governo eslovaco também se opõe firmemente à distribuição de refugiados ilegais pelos Estados-membros da UE. 

Os protestos contra a política de imigração também tiveram lugar no sábado em várias outras grandes cidades europeias. Assim, de acordo com a agência, mais de 3,5 mil pessoas participaram de protestos em Berlim e Paris.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала