Mídia: governo ucraniano está vendendo o país e enchendo os bolsos

© Sputnik / Nikolai Lazarenko / Abrir o banco de imagensPyotr Poroshenko e Arseni Yatsenyuk
Pyotr Poroshenko e Arseni Yatsenyuk - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As autoridades da Ucrânia estão vendendo o país e enchendo seus bolsos, escreveu a publicação austríaca Contra Magazin.

O regime de oligarcas na Ucrânia está vendendo empresas estatais ao Ocidente a fim de obter dinheiro para a guerra em Donbass. Após a vitória, eles vão vender também o Leste da Ucrânia, opina o autor do artigo, Marco Maier.

As autoridades da Ucrânia planejam vender mais de 1.200 empresas e, no momento, o premiê ucraniano, Arseni Yatsenyuk, está fazendo lobby ativamente nos EUA, escreve o jornalista.

Os “amigos americanos” devem continuar prestar ajuda financeira para que o regime de Kiev permaneça no poder, e nesta situação, o princípio é “quem paga o flautista dá o tom”, escreveu Maier.

A bandeira nacional da Ucrânia na fronteira russo-ucraniana - Sputnik Brasil
Opinião: Ocidente está assustado com o monstro que criou na Ucrânia
Segundo ele, os “amigos” de Kiev não se preocupam com isso, para eles o mais importante é o lucro à conta dos ucranianos.

Os fundos estatais com participação maioritária em empresas estatais avaliaram o total das ações para venda em €135 bilhões, escreveu a Contra Magazin. Enquanto isso, uma revista de finanças e economia americana publicou um valor muito diferente – €680 bilhões. Agora que as terras agrícolas da Ucrânia foram vendidas à empresa Monsanto, lembra a edição, são postas à venda empresas de mineração, empresas de fornecimento de electricidade e mesmo portos marítimos.

Presidente da Rússia Vladimir Putin - Sputnik Brasil
Putin: a crise na Ucrânia foi provocada pelo comportamento pouco profissional do Ocidente
Toda a Ucrânia é oferecida para privatização no âmbito de uma “promoção de verão”, escreve Maier: compre um, leve cinco. E tudo isso é feito para o governo de Kiev poder continuar no poder por mais um ano e ganhar um pouco mais. O autor opina que eles não se preocupam com os ucranianos.

Neste contexto, são claras as exigências de Kiev sobre a guerra total, “até ao fim”, porque a maioria das empresas à venda está localizadas no leste da Ucrânia. Segundo o jornalista, são claras as razões para o Ocidente estar levando a cabo uma política dura contra a Rússia: para realizar um golpe e poder comprar mais um país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала