Deputada afegã: Não confiamos na OTAN, mas sim na Rússia

© AP Photo / Allauddin KhanExército afegão patrulha Cabul, foto de arquivo
Exército afegão patrulha Cabul, foto de arquivo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia planeja contribuir para a estabilização da situação no Afeganistão e ter colaboração estreita com as autoridades afegãs, disse o chanceler russo Sergei Lavrov durante o encontro com o seu homólogo afegão Salahuddin Rabbani.

“Os nossos dois países têm boas velhas relações, nós demos valor a esta história e temos interesse em que o Afeganistão ultrapasse o mais rápido as desgraças e adversidades que enfrentou nos últimos tempos. Vamos fazer o melhor para ajudá-los a estabilizar a situação”, disse Lavrov a Rabbani. 

Bandeira do EI - Sputnik Brasil
Chancelaria russa estudará projeto de comissão de estudos do Estado Islâmico para OCX
A deputada do parlamento afegão general Nazifa Zaki numa conversa com a Sputnik Dari sublinhou que o Afeganistão já não acredita na ajuda da OTAN e pelo contrário contam com a ajuda da Rússia como um parceiro internacional confiável e pacificador:

“Os países da Ásia Central, região que também inclui a Rússia, em um sentido geopolítico, compreendem muito mais a essência dos problemas afegãos. O Afeganistão é um país que é considerado como o coração da Ásia, e se no Afeganistão não há paz, não há paz nos Estados vizinhos. Nós compreendemos já há tempos que o objetivo da guerra no nosso país é desestabilizar a situação em todo o continente asiático.

Hoje, já não adianta ocultar o fato de que a OTAN e seus aliados falharam no combate ao terrorismo no Afeganistão. A situação no país é deplorável. E a cada ano, é cada vez mais complicada. Se há alguns anos, o número de terroristas se aproximava de 14 mil, hoje em dia são quase cinco vezes mais. E este número só abrange aqueles que assumem a responsabilidade por alguns ataques e atentados… As fronteiras entre o Afeganistão e países vizinhos estão abertas, não são controladas. Não confiamos mais na OTAN, confiamos no fortalecimento e controle conjunto das nossas fronteiras junto com os nossos amigos, inclusive a Rússia”.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала