Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Decisão sobre pena de morte de ex-presidente do Egito é adiada

© AP Photo / Tarek el-Gabbas, FileMohammed Morsi, ex-presidente do Egito.
Mohammed Morsi, ex-presidente do Egito. - Sputnik Brasil
Nos siga no
A decisão sobre o cumprimento ou não da pena de morte ao ex-presidente egípcio Mohammed Morsi e a outros líderes da Irmandade Muçulmana foi adiada para 16 de junho. Eles foram condenados por um levante contra o então presidente Hosni Mubarak em 2011, com mortes e sequestros de agentes de segurança, ataques a instalações policiais e fuga da prisão.

Frederica Mogherini - Sputnik Brasil
União Europeia: julgamento de Mursi não está em conformidade com o direito internacional
A justiça condenou Morsi e os líderes da Irmandade Muçulmana no dia 16 de maio. No entanto, a decisão foi enviada à principal autoridade religiosa do país, o grão-mufti Shawki Ibrahim Abdel Karim Allam, para um parecer sobre a obrigatoriedade de cumprimento da pena. O documento chegou ao tribunal nesta terça-feira (2) e a corte entendeu que precisa de mais tempo para analisá-lo.

Morsi e seus aliados prometem recorrer da sentença. Segundo os condenados, a corte não é legítima e os processos judiciais fazem parte de um golpe do ex-comandante militar e atual presidente Abdel Fattah al-Sisi. Em 2013, o ex-líder do egípcio foi derrubado em meio a protestos contra seu partido, o Irmandade Muçulmana.

Atualmente, Mohammed Morsi cumpre pena de 20 anos de prisão sob a alegação de incitar o assassinato de manifestantes durante distúrbios junto ao Palácio Federal no Cairo, em 2012.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала