Apple e Google exortam Obama a proteger dados pessoais de usuários de smartphones

© Foto / PIxabayMonitoramento federal de usuários de dispositivos móveis
Monitoramento federal de usuários de dispositivos móveis - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Gigantes do setor da tecnologia como a Apple e o Google, bem como criptologistas renomados dos EUA, enviaram uma carta ao Presidente Barack Obama pedindo proteção de dados de usuários de dispositivos móveis contra serviços de inteligência norte-americanos.

A carta foi assinada por mais de 140 empresas de tecnologia e renomados especialistas do setor de segurança. O documento exorta Obama a rejeitar a proposta do governo de enfraquecer os sistemas de segurança de smartphones para permitir que os dados criptografados de seus usuários possam ser acessadas por agências de aplicação da lei do país.

"A criptografia segura é a pedra angular da segurança da moderna economia da informação. A criptografia protege milhares de milhões de pessoas todos os dias contra inúmeras ameaças — sejam eles criminosos de rua tentando roubar nossos telefones e laptops, os criminosos informáticos que tentam nos enganar, espiões corporativos tentando obter mais valiosos segredos comerciais das nossas empresas, governos repressivos que tentam sufocar a dissidência, ou agências de inteligência estrangeiras tentando comprometer os nossos e mais sensíveis segredos nacionais de segurança dos nossos aliados" — defende um dos trechos centrais da carta, cujo conteúdo foi divulgado pelo jornal Washington Post.

Edward Snowden - Sputnik Brasil
Snowden: reconhecimento da ilegalidade da NSA afetará as atividades de espionagem dos EUA
No ano passado a Apple o Google anunciaram o lançamento de alguns smartphones tão seguros, que seus de sistemas de criptografia não poderiam ser acessados nem mesmo por serviços de inteligência federais.

Apesar de o FBI e o Departamento de Justiça dos Estados Unidos apoiarem o uso de criptografia, ambos defendem a necessidade da existência de uma brecha permitindo o acesso legal aos dados de usuários em caso de necessidade.

Especialistas por sua vez, destacam o nonsense de tal recurso, já que, uma vez criado, o mesmo também poderia ser usado por hackers e governos de outros países, invalidando todo o mérito da segurança dos dispositivos móveis.

Instalações da NSA em Fort Meade, Maryland - Sputnik Brasil
Tribunal americano reconhece que espionagem da NSA foi ilegal
A carta aberta foi igualmente assinada por três dos cinco membro de um grupo de peritos criado por Obama em 2013 para avaliar propostas do governo na área de tecnologia.

A criação de tal grupo se fez necessária após o ex-agênte de Inteligência dos EUA, Eduard Snowden, ter divulgado publicamente uma série de materias secretos comprovando a existência de um amplo esquema de monitoramento digital por parte de agências federais norte-americanas e britânicas. Snowden, que atualmente encontra-se refugiado na Rússia, também afirmou que as inteligências dos EUA e do Reino Unido montam frequentemente chips em celulares, laptops e outros dispositivos com programas de espionagem que coletam dados.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала