Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Sanções ocidentais serviram de incentivo para a economia russa, diz legisladora

© Sputnik / Mikhail Fomichev / Abrir o banco de imagensValentina Matviyenko
Valentina Matviyenko - Sputnik Brasil
Nos siga no
As sanções impostas pelo Ocidente à Rússia por causa de sua suposta participação no conflito do leste da Ucrânia só serviram como incentivador para que Moscou tomasse passos mais eficientes para desenvolver sua economia. A opinião é da porta-voz do Conselho das Federações, Valentina Matviyenko, em entrevista à Sputnik nesta quinta-feira.

Bandeira alemã na Bundestag. - Sputnik Brasil
Mídia alemã: Sanções contra a Rússia prejudicam a Alemanha
Após reconhecer que as sanções causaram "certo prejuízo" à Rússia, Matviyenko observou que as economias de integrantes da União Europeia também sofreram, já que Moscou baniu a importação de produtos de países que impuseram sanções anti-Rússia. Ela expressou esperança de que o bom senso irá prevalecer e um diálogo político será estabelecido para resolver as diferenças.

"As sanções só fizeram a Rússia abordar de fora mais efetiva sua economia, de modo a diminuir sua dependência de países ocidentais e implementar o programa de substituição de importados."

De acordo com a política russa, a introdução de sanções abriu novas oportunidades para cooperação entra a Rússia e outras regiões do mundo, incluindo os BRICS — Brasil, Índia, China e África do Sul — e a região Ásia-Pacífico.

Vladimir Putin, presidente da Rússia, e Milos Zeman, presidente da República Tcheca - Sputnik Brasil
Cresce oposição às sanções contra a Rússia, diz presidente tcheco
"Eles não conseguiram fazer a Rússia mudar sua posição sobre a proteção de interesses nacionais, sua política externa. Eles não conseguiram destruir nossa economia. Estamos caminhando em um ritmo confiante."

Matviyenko afirmou que a linguagem de sanções é inadmissível e não está provocando os resultados esperados. Segundo ela, conectar o fim das sanções à implementação dos Acordos de Minsk na Ucrânia é "absolutamente injusto", já que a Rússia não faz parte do conflito.

No último ano, o Ocidente aplicou várias rodadas de sanções econômicas contra a Rússia por causa de seu suposto envolvimento no conflito do leste da Ucrânia — mesmo com Moscou negando repetidamente sua participação. Em agosto de 2014, Moscou baniu a importação de carnes, peixes, laticínios, frutas e vegetais, além de outros produtos alimentícios, de países que impuseram tais sanções.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала