Merkel e Putin discutem a crise ucraniana e as relações bilaterais entre Rússia e Alemanha

© Sputnik / Alexey FilippovAngela Merkel visitou Vladimir Putin e se reuniu com Vladimir Putin, no domingo 10 de maio.
Angela Merkel visitou Vladimir Putin e se reuniu com Vladimir Putin, no domingo 10 de maio. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e a chanceler alemã, Angela Merkel, se reuniram neste domingo, 10, em Moscou, e discutiram a crise ucrainana e as relações bilaterais entre os dois países.

Chanceler da Alemanha, Angela Merkel - Sputnik Brasil
Merkel: viagem a Moscou é importante, apesar das divergências
Merkel visitou a capital russa no âmbito das comemorações dos 70 anos do Dia da Vitória. Apesar de não comparecer ao desfile militar no dia 9 de maio, a lider alemã prestou homenagens às vítimas da Segunda Guerra Mundial neste domingo. Em uma cerimônia acompanhada por Vladimir Putin e diversos representantes dos dois países, Merkel depositou uma coroa de flores on Túmulo do Soldado Desconhecido, perto do Kremlin.

"Eu cheguei a Moscou em um situação não muito fácil para as relações russo-alemãs. Mas para mim era muito importante prestar homenagens aos mortos da Segunda Guerra Mundial junto com presidente da Rússia nos 70 anos da Vitória", afirmou Angela Merkel em entrevista coletiva.

A chanceler alemã lembrou que o Exército Vermelho teve um papel decisivo na libertação do país do fascismo. "Com a minha visita de hoje eu gostaria de mostrar que nós trabalhamos junto com a Rússia, e não contra ela", acrescentou Merkel.

Angela Merkel - Sputnik Brasil
Merkel não exclui a possibilidade de zona de livre comércio com a Rússia
Vladimir Putin, por sua vez, observou que a Rússia não lutou contra com a Alemanha, mas contra a Alemanha nazista. "Com a Alemanha, que se tornou o primeiro país a ser vítima do regime nazista, nós não combatemos nunca", disse o presidente russo.

Ele declarou também que atualmente existem vários problemas nas relações entre Berlim e Moscou. Segundo ele, as relações entre as partes não passam por seu melhor momento devido às divergências em relação aos acontecimentos na Ucrânia.

"Não é nenhum segredo que as relações russo-alemãs não atravessam o seu melhor momento por conta das distintas avaliações sobre os acontecimentos na Ucrânia", afirmou Putin.

No entanto, o presidente russo destacou que as partes concordam que não existe alternativa para a crise ucraniana que não seja através de um processo pacífico e diplomático. "Para isso, é preciso que sejam cumpridos todos os acordos de Minsk que foram alcançados em 12 de fevereiro deste ano", acrescentou.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала