Soldados franceses na África serão investigados por suspeitas de pedofilia

© AP Photo / Stephane de Sakutin / Abrir o banco de imagensSoldados franceses na República Centro-Africana ouvem discurso do ministro da Defesa da França, Jean-Yves Le Drian, em base militar de Bangui
Soldados franceses na República Centro-Africana ouvem discurso do ministro da Defesa da França, Jean-Yves Le Drian, em base militar de Bangui - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Promotores franceses decidiram abrir uma investigação para apurar possíveis casos de abusos sexuais contra crianças cometidos por membros da força de paz da França na República Centro-Africana. A informação foi confirmada hoje pela justiça francesa.

Recentemente, órgãos de imprensa da Inglaterra informaram que um funcionário das Nações Unidas foi suspenso após vazar um documento interno relatando casos suspeitos de pedofilia cometidos por soldados franceses em um centro para crianças desabrigadas na cidade de Bangui, capital centro-africana. 

Segundo o relatório divulgado por Anders Kompass, diretor de operações de campo da ONU, os crimes teriam ocorrido no ano passado, envolvendo crianças de até 9 anos de idade. Kompass, que tem atuado na área de trabalhos humanitários por mais de 30 anos, disse que resolveu vazar o documento para as autoridades da França por conta da demora da ONU em tomar medidas concretas em relação ao caso. 

A suspensão do funcionário, de acordo com a imprensa britânica, foi decretada na última semana, com o conhecimento de integrantes da alta cúpula das Nações Unidas, incluindo Zeid Ra’ad Al Hussein, Alto Comissário para os Direitos Humanos, e Susana Malcorra, chefe de gabinete da Secretaria Geral da ONU. 
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала