Gazprom está pronta para fornecer gás à China em quatro anos

© Sputnik / Sergey Subbotin / Abrir o banco de imagensGazprom will be developer of Siberian Kovykta gas field - CEO
Gazprom will be developer of Siberian Kovykta gas field - CEO - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A gigante do gás russa Gazprom está pronta para fornecer gás para a China dentro de quatro anos. A informação é do vice-presidente do comitê administrativo da empresa, Aleksandr Medvedev, nesta quarta-feira, 29.

Sistema de distribuição de gás in Beregdaroc, um dos pontos de trânsito do gás russo para UE - Sputnik Brasil
Opinião: Europa não terá alternativa à energia russa no futuro próximo
Segundo ele, "as negociações sobre gasoduto corredor ocidental Altai não têm impacto sobre a implementação do fornecimento de rotas orientais". Medvedev disse que a implementação da rota oriental está agendada de acordo com o a disponibilidade do sistema chinês de receber o gás. 

O executivo destacou que há um certo intervalo de tempo de até dois anos, mas de acordo com o calendário, a Gazprom estará pronta para fornecer os suprimentos dentro de 4 anos se o lado chinês estiver pronto para receber o gás.

A expectativa, segundo o presidente da Gazprom, Aleksei Miller, é de que futuramente o volume de fornecimentos de gás da Rússia para a China ultrapasse o exportado para toda Europa. No ano passado, durante as negociações entre os presidentes russo, Vladimir Putin, e chinês, Xi Jinping, em meados de novembro, foram firmados 17 novos acordos de cooperação bilateral russo-chinesa, e o maior deles envolve as duas maiores empresas de gás da Rússia e da China, Gazprom e CNPC. O gasoduto de Altai, na Sibéria, será utilizado para escoar 30 bilhões de metros cúbicos do combustível, por ano, entre os dois países.


 

 


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала