Segundo jornalista suíço, uma guerra de informação está em curso contra a Rússia

© Sputnik / Vladimir Sergeyev / Abrir o banco de imagensBandeiras da Rússia e União Europeia
Bandeiras da Rússia e União Europeia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um dos editores-chefes do jornal suíço Weltwoche, Philipp Gut, acusou a imprensa ocidental de parcialidade em relação à Rússia em entrevista à rádio alemã SNA.

Caminhão com inscrição Wikileaks em frente à Casa Branca, em Washington DC, Estados Unidos - Sputnik Brasil
WikiLeaks: EUA pressionam Hollywood a fazer propaganda anti-Rússia
Em entrevista à rádio alemã SNA nesta sexta-feira, um dos editores-chefes do jornal suíço Weltwoche, Philipp Gut, teceu comentários sobre a imparcialidade da imprensa ocidental, muito alinhada ao discurso oficial das autoridades europeias. Segundo ele, uma guerra de informação está em curso.

“Devo dizer que, nos últimos tempos, se faz notar uma unilateralidade. A mídia europeia se posiciona seguindo o ponto de vista oficial da UE. Está pouco crítica em relação ao novo governo ucraniano e muito crítica em relação à Rússia, ao seu regime e, pessoalmente, ao presidente Vladimir Putin.  

Eu penso ser bem lógico, em uma situação parecida com guerra, o atiçamento do meios de comunicação em massa. As regras da guerra de informação são bastante banais. Se apresentar do ponto de vista positivo, enquanto o outro fica com os aspectos negativos. O grande problema consiste no fato de se calarem aspectos que ninguém quer reparar. Desse modo, a mídia passa a fazer parte desses conflitos”, confidenciou o jornalista.

Bundestag - Sputnik Brasil
Alemanha cria propaganda oficial antirrussa
Gut disse que muitos jornais e jornalistas têm adotado posturas muito próximas às posições oficiais da União Européia e dos EUA e disse que isso reflete o posicionamento adotado pelo seu jornal.  

“A mídia suíça parece mais independente, se comparada com a mídia alemã. O Weltwoche está bastante crítico em relação ao mainstream informativo ocidental. Entendemos a posição da Rússia e tentamos compreender os problemas em detalhes”, concluiu o Philipp Gut.  


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала