Gasoduto Corrente Turca: Grécia e Rússia planejam acordo de 5 bilhões de euros

© AP PhotoO primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, conversa com o presidente russo Vladimir Putin durante cerimônia no Kremlin
O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, conversa com o presidente russo Vladimir Putin durante cerimônia no Kremlin - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Grécia e Rússia planejam assinar acordo bilateral, segundo qual Atenas receberia até 5 bilhões de euros para começar a construir a extensão do gasoduto Corrente Turca em seu território, informou na manhã deste sábado a alemã Der Spiegel, citando como fonte um membro do alto escalação do partido SYRIZA, do premiê Alexis Tsipras.

Gasoduto em Beregdaroc, Hungria, um dos pontos de passagem do gás russo à UE - Sputnik Brasil
Gasoduto Corrente Turca pode ser estendido até a Áustria
O acordo deve ser assinado na terça-feira que vem. Caso o contrato seja celebrado, Atenas planeja engordar o seu orçamento com valor que pode variar de 3 a 5 bilhões de euros, a ser pago antecipadamente pelo trânsito de gás russo para os países da UE através do território grego.

Segundo a publicação alemã, os detalhes do acordo foram discutidos durante a visita oficial do premiê da Grécia, Alexis Tsipras, a Moscou. 

No início de dezembro passado, Rússia anunciou o cancelamento do seu projeto de gasoduto South Stream (Corrente do Sul), que deveria passar pelo fundo do Mar Negro e, atravessando o território búlgaro, fornecer gás para os Balcãs, bem como para Hungria, Áustria e Itália. O projeto foi abandonado por problemas políticos com UE. Por isso, Moscou decidiu iniciar a construção de um gasoduto para Turquia para formar, na fronteira com a Grécia, um hub de trânsito para os consumidores do sul europeu.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала