Conversas sobre ajuda à Grécia devem levar várias semanas, diz dirigente do FMI

Nos siga noTelegram
As negociações sobre um novo auxílio emergencial à Grécia devem levar ainda várias semanas, mesmo que o governo de Atenas requisite um acordo para ajudar a atender à grande necessidade de aumento de seus pagamentos prevista para junho, afirmou uma autoridade do Fundo Monetário Internacional (FMI) nesta sexta-feira.

"Deixe-me ser bem claro: para concluir a revisão do Fundo, nós precisamos de um pacote abrangente. Não podemos concluir a revisão baseando-nos em poucas medidas", afirmou o chefe do Departamento Europeu do FMI, Poul Thomsen, segundo a Agência Estado. "E isso irá claramente levar várias semanas a mais de discussão."

Os credores europeus da Grécia têm expressado uma crescente frustração com o novo governo de Atenas, preocupados com a possibilidade de que o país não consiga mais fundos antes de ficar sem dinheiro. "Há sem dúvida a necessidade de que as negociações ganhem muito mais impulso nos próximos dias e semanas, a fim de concluir a revisão de maneira oportuna", afirmou Thomsen.

Um dos arquitetos principais dos pacotes de ajuda à Grécia, Thomsen disse que um acordo para um novo pacote de financiamento precisa ser fechado antes que grandes parcelas da dívida do país comecem a vencer, em junho. "Claramente, é importante que se chegue a um acordo sobre um programa abrangente, que possa liberar o dinheiro antes disso", afirmou.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала