Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Biden chama premiê sérvio a Washington para frear colaboração com a Rússia

© Sputnik / Mikhail Fomichev / Abrir o banco de imagensO vice-presidente dos EUA Joe Biden
O vice-presidente dos EUA Joe Biden - Sputnik Brasil
Nos siga no
O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, emitiu um convite urgente para o premiê sérvio vir a Washington, após a decisão do governo sérvio de participar em 9 de maio no desfile do Dia da Vitória em Moscou.

Biden acelerou a deslocação do primeiro-ministro sérvio Aleksandar Vucic a Washington, após a decisão do governo sérvio de participar no desfile de 9 de maio em Moscou, que este ano marcará 70 anos da rendição da Alemanha nazista no final da Segunda Guerra Mundial.

Fontes em círculos diplomáticos ocidentais informaram o jornal online Blic.rs que a data da visita de Vucic a Washington, que já estava prevista para o próximo ano, foi antecipada devido a temores sobre um ainda maior estreitamento de laços de cooperação da Sérvia com a Rússia.

Militares ucranianos retiram material blindado na região de Gorlovka - Sputnik Brasil
Biden: EUA começarão treinamento dos soldados da Guarda Nacional da Ucrânia
De acordo com o jornal, este é um reflexo da recente declaração do secretário de Estado dos EUA John Kerry que a Sérvia está "na linha de fogo" entre o Ocidente e a Rússia.

“As visitas de líderes mundiais a Washington geralmente são planejadas com cerca de seis meses de antecedência”, declarou a fonte.

De acordo com o plano inicial, "Vucic deveria ir a Washington em maio, ou no início de junho."

Segundo a fonte, o catalisador para o convite apressado de Biden foi a decisão do presidente sérvio, Tomislav Nikolic, de aceitar o convite da Rússia para assistir às celebrações do 9 maio e o anúncio do presidente de que membros das Forças Armadas sérvias também tomarão parte na desfile na praça Vermelha.

O convite formal seguiu-se a um convite verbal de Biden do mês passado na Conferência de Segurança de Munique, quando o político estadunidense, segundo a imprensa local, propôs a instituição de um novo acordo de gás com a Sérvia, por meio da construção de um terminal na ilha croata de Krk. De acordo com o governo dos EUA, eles forneceriam gás para a ilha por meio de navios dos EUA, Argélia ou Qatar.

A proposta é sequência da obstrução final, no ano passado, do projeto russo South Stream, que tinha como objetivo proporcionar à Sérvia e a outros países europeus um fornecimento seguro de gás natural produzido na Rússia, através de um gasoduto submarino que cruzaria o mar Negro para o continente europeu.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала