Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Norte da Europa se une para enfrentar Rússia

© AFP 2021 / SVEN NACKSTRAND Soldados da guarda real da Suécia
Soldados da guarda real da Suécia - Sputnik Brasil
Nos siga no
Os ministros de cinco países nórdicos, incluindo a Suécia e Finlândia, publicaram no jornal norueguês Aftenposten um artigo programático sobre a expansão da cooperação militar enquanto a Rússia realiza manobras e programa de rearmamento.

A declaração conjunta foi assinada pelos ministros da Defesa de Noruega e Dinamarca (que são membros da OTAN), dos países neutros Finlândia e Suécia e pelo Ministério das Relações Exteriores da Islândia que nem possui um Ministério da Defesa. 

“Marcha de dragões” da OTAN na Europa - Sputnik Brasil
Tropas da OTAN na fronteira Romênia–Rússia são de confronto
“A Rússia está fazendo uma infusão econômica enorme em suas capacidades militares… Os militares russos atuam provocativamente perto das nossas fronteiras, houve alguns incidentes nas fronteiras dos Estados Bálticos”, diz o artigo.

Os cinco ministros também lembraram da suposta agressão russa contra a Ucrânia, que, segundo eles, é um desafio para a segurança europeia.

“Os países nórdicos enfrentam essa situação juntamente e aprofundam a cooperação”, escreveram os ministros.

Espera-se que eles expandam exercícios conjuntos, a cooperação na indústria, incluindo a defesa e a troca de informações.

Entretanto, por exemplo, a Islândia não tem Forças armadas regulares.  A proteção do país é realizada pela OTAN. A Islândia foi um dos primeiros países que aderiu à OTAN, apesar dos protestos dos residentes. Segundo a revista Forbes, a Islândia está em 1º lugar na lista dos países mais pacíficos.

As Forças Armadas da Rússia têm cerca de um milhão de pessoas (5º lugar no mundo). Em 2013, a Rússia teve 1.480 ogivas nucleares disponíveis (2º lugar, depois dos Estados Unidos). De acordo com a nova doutrina militar, a Rússia se reserva o direito de usar armas nucleares em resposta à agressão com armas de destruição em massa e convencionais, e também no caso de uma ameaça à existência do Estado.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала