Vice-chanceler: missões nucleares da OTAN contradizem acordo de não-proliferação

© AP Photo / Mindaugas KulbisExercícios da OTAN na Lituânia
Exercícios da OTAN na Lituânia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O vice-ministro das relações exteriores russo, Sergei Ryabkov, acusou os EUA e a OTAN de estarem expandindo sua presença no região ocidental da Rússia.

Segundo ele, os exercícios conjuntos dos países da OTAN em realizar “missões nucleares” vão na contramão do seu comprometimento em relação ao Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares. 

Ao discursar na duma estatal, a câmara baixa do parlamento russo, nesta sexta-feira, 10, o diplomata disse: “nós percebemos que a infraestrutura dos Estados Unidos e da OTAN está realmente expandindo, especialmente na direção ocidental da Rússia, e nós notamos que a prática de realizar exercícios conjuntos entre os EUA e outros países da Aliança do Atlântico Norte, como parte da realização das assim chamadas ‘missões nucleares’ permanece".

Soldados norte-americanos em centro da OTAN no Leste Europeu - Sputnik Brasil
Chancelaria russa diz que tropas da OTAN em massa na Europa Oriental é um passo perigoso
Ryabkov disse ainda que "isso contradiz os compromissos assumidos pelos países que fazem parte da Aliança sobre o Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares".

Em fevereiro, OTAN anunciou pretender duplicar as suas tropas no leste europeu, totalizando o número de 30 mil militares.  

A Rússia tem demonstrado preocupação com as recentes movimentações da OTAN nas proximidades de suas fronteiras. Segundo o representante permanente da Rússia na OTAN, Aleksandr Grushko, o reforço das estruturas da aliança militar ocidental no leste europeu é uma ameaça para Moscou.


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала