Ataque de coalizão destrói depósitos de combustíveis no Iêmen

© flickr.com / RA.AZTornado - Força Aérea Real Saudita
Tornado - Força Aérea Real Saudita - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A coalizão liderada pela Arábia Saudita lançou ataques aéreos contra tanques de armazenamento de derivados de petróleo perto da cidade de Sanaa, capital do Iêmen.

A coalizão liderada pela Arábia Saudita lançou ataques aéreos contra tanques de armazenamento de derivados de petróleo perto da capital do Iêmen, relata um correspondente do Sputnik News nesta segunda-feira.

Os ataques miravam tanques de petróleo pertencentes à petroleira estatal do Iêmen em al-Sabbah. Os disparos provocaram um incêndio.

Sergei Lavrov - Sputnik Brasil
Lavrov: bombardeios aéreos no Iêmen não têm fundamentos legais
Os tanques de al-Sabbah eram usados em caso de eventuais quedas nos estoques de petróleo bruto no mercado doméstico. O depósito atacado tinha 16 reservatórios — oito com gasolina e outros com diesel.

No dia 31 de março, um oficial do ministério de Petróleo e Minerais do Iêmen afirmou que o país possuía reservas suficientes de todos tipos de derivados de petróleo em todas regiões do país. Há relatos, contudo, de restrições em postos de combustíveis quanto à venda diária, já que a demanda por combustíveis aumentou recentemente.

O Iêmen está no epicentro de combates violentos entre o grupo rebelde houthi, principal força de oposição ao governo do país, e forças leais ao presidente Abd Rabbuh Mansur Hadi, que está fora do país.

No fim do mês passado, uma coalizão de dez países liderada pela Arábia Saudita iniciou uma série de ataques aéreos contra postos houthis.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала