Mídia: copiloto do avião caído na França tinha doença ocular

© REUTERSSegundo piloto do avião A320, Andreas Lubitz
Segundo piloto do avião A320, Andreas Lubitz - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O copiloto de voo 4U9525 que caiu no sul da França, Andreas Lubitz, sofria da doença ocular, ele tinha descolamento de retina e as suas capacidades visuais estavam limitadas a 30%, relata o jornal de domingo Bild am Sonntag, citando suas próprias fontes da equipe de investigação.

Segundo a publicação, não é claro que estágio da doença ele tinha e se isso poderia ter desencadeado problemas mentais.

Mais cedo este domingo, 29 de março, os equipes de resgate disseram que encontraram os restos do corpo do copiloto no local do acidente.

Avião da empresa Germanwings - Sputnik Brasil
Acidente aéreo na França muda regulamentos da aviação
O procurador da cidade francesa de Marcel, Brice Robin, disse na quinta-feira (27) que as ações do copiloto podem ser considerados como intenção de destruir a aeronave. De acordo com Robin, nos primeiros 20 minutos de voo, ambos os pilotos estavam conversando normalmente.

O avião A320 da empresa alemã Germanwings, que fazia o voo número 9525 de Barcelona (Espanha) a Dusseldorf (Alemanha), caiu na terça-feira (24) nos Alpes franceses. A queda durou 8 minutos, morreram 144 passageiros e seis membros da tripulação.

Segundo a principal versão do acidente, o copiloto Andreas Lubitz tomou o controle total do avião, isolando o comandante de voo fora da cabine. O comandante, Patrick Sonderheimer, tentou abrir a porta com o machado de segurança, mas não conseguiu.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала