Acoplagem da Soyuz TMA-16M à EEI foi concluída com sucesso

© NASAInternational Space Station (ISS)
International Space Station (ISS) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A nave espacial Soyuz TMA-16M, lançada do cosôdromo de Baikonur, se acoplou com sucesso à Estação Espacial Interncional (EEI).

Lançamento do foguete Soyuz TMA-16M, do cosmódromo de Baikonur, nesta sexta-feira (27/03) - Sputnik Brasil
Lançamento da nave Soyuz TMA-16M é realizado com sucesso
“Felizmente, a intervenção da tripulação nas atividades do regime automático não foi necessária. A nave se acoplou à EEI normalmente”, informou o correspondente da agência RIA Novosti em Baikonur.

O cosmonauta Mikhail Kornienko e o astronauta Scott Kelly permanecerão durante um ano na EEI. O seu retorno à Terra está agendado para 3 de março de 2016. Gennady Padalka deve retornar à Terra daqui a seis meses. Ao fim da missão, o cosmonauta russo baterá o recorde de permanência no espaço, somando um total de 878 dias em órbita, superando outro cosmonauta russo, Sergei Krikalev (que passou 803 dias no espaço).

International Space Station - Sputnik Brasil
Cosmonautas partem em expedição de um ano para EEI nesta sexta-feira
Os cosmonautas devem realizar 49 experiências científicas em órbita, quase metade das quais é na área de medicina. Kornienko, antes da decolagem, informou estar levando para órbita uma bandeira da Rússia e um estandarte em homenagem ao Dia da Vitória. No dia 9 de maio, o estandarte receberá o carimbo da EEI e será enviado de volta para a Terra.  

Durante a nova missão da EEI, estão sendo planejados trabalhos com as naves espaciais de carga russas Progress, bem como caminhadas espaciais. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала