Presidente do Equador acusa CIA de envolvimento em tumultos no país

© flickr.com / Global PanoramaCIA Logo
CIA Logo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente equatoriano Rafael Correa acusou a CIA dos EUA de estar envolvida na organização de protestos no Equador com o objetivo de criar caos e violência neste país sul-americano.

CIA Headquarters - Sputnik Brasil
'A CIA contra a América Latina, caso especial: o Equador'
“Lá [na oposição extrema-direita do Equador] existe uma infiltração da CIA para enfraquecer o governo”, diz Correa citado pelo canal de TV Telesur. Segundo o presidente equatoriano, a oposição de direita e CIA pode ter ligação com os protestos e atos de violência que tiveram lugar no Equador durante esta semana. Correa manifestou que quase foi alvo de uma provocação parecida quando a multidão tentou atacá-lo durante a sua visita à cidade de Riobamba. 

 “É preciso deter os que tentam derrubar a lei, a oposição sabe que nós temos o apoio do povo, mas tenta fazer tudo possível para enfraquecer-nos antes das eleições”, frisou Correa.

Nesta quinta-feira (19) as manifestações da oposição resultaram em confrontos com a Polícia e tumultos na capital do país Quito.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала