Lavrov: EUA têm que parar de buscar inimigos na América Latina

Nos siga noTelegram
Washington deve parar de buscar inimigos entre os países da América Latina e do Caribe, e começar a ouvir a voz deles, disse ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov.

Partidários do presidente Nicolás Maduro protestam contra as políticas norte-americanas em Caracas - Sputnik Brasil
Chanceler do Equador diz que os EUA são a única ameaça do continente
O ministro observou que Washington "é muito inconsistente" em sua política: anunciando medidas para melhorar as relações com Cuba, os Estados Unidos iniciaram o conflito com a Venezuela, declarando-a como ameaça para a segurança nacional. 

“Eu acho que o absurdo desta afirmação é óbvio para todos. Nós gostaríamos muito que os EUA parassem de procurar inimigos no seu entorno geográfico e ouvissem uma única voz da América Latina e do Caribe”, disse Lavrov.

Lavrov disse que a Rússia apoia plenamente as atividades da União de Nações Sul-Americanas, que enviou uma missão de mediação para a Venezuela e que se opõe à intervenção dos EUA na política deste país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала