Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Forças armadas russas concluem um dos maiores exercícios militares dos últimos tempos

© Foto / Alexey Pavlov The Northern Fleet
The Northern Fleet - Sputnik Brasil
Nos siga no
Cerca de 80 mil soldados, mais de 200 aeronaves e dezenas de navios de guerra e submarinos participaram das manobras.

Navios russos em Severomorsk - Sputnik Brasil
Putin coloca Frota do Norte em estado de alerta
Estão chegando ao fim neste sábado os exercícios do exército russo, realizadas em grande escala na parte europeia da Rússia, no âmbito da verificação surpresa de prontidão de combate da Frota do Norte da Marinha, das divisões do Círculo Militar do Oeste e das Tropas Aerotransportadas, informou o ministério da Defesa da Federação da Rússia.

Os exercícios começaram em 16 de março, por determinação do comandante supremo das Forças Armadas da Rússia, Vladimir Putin. Elas foram realizadas com objetivo de verificar a prontidão das tropas e da avaliação das possibilidades de deslocamento das forças armadas das regiões centrais do país para o Ártico em condições climáticas adversas. 

O ministro da Defesa da Rússia, general do exército Sergei Shoigu, informou que 76 mil militares, mais de 10 mil unidades de tanques, 65 navios de guerra, 16 navios de suporte, 15 submarinos e mais de 200 aeronaves participaram da verificação surpresa.

Mais de 20 navios de guerra russos saíram ao mar Báltico para manobras - Sputnik Brasil
Mais de 20 navios de guerra russos saíram ao mar Báltico para manobras
Ao anunciar o início dos exercícios, Shoigu explicou que “os novos desafios e ameaças de segurança militar exigem a continuidade do aumento do potencial de combate das forças armadas, bem como uma especial atenção às condições das unidades estratégicas recém renovadas no norte”. 

Shoigu destacou que, em paralelo aos exercícios no norte, foram realizados treinos de surpresa nos Círculos Militares Oeste, Sul, Central e Leste, com deslocamento de tropas por todo o país.  

“Foi verificada a possibilidade de deslocamento e aumento do contingente militar no Ártico, Báltico e Crimeia”, concluiu o ministro.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала