UNESCO aponta Irã como assistente de Síria e Iraque na área de restauração de monumentos

© Sputnik / Y. Polyakov / Abrir o banco de imagensThe United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization (Unesco) headquaters
The United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization (Unesco) headquaters - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A UNESCO apontou o Irã como assistente da Síria e Iraque na área de restauração de monumentos de patrimônio histórico-cultural, destruídos na sequência de hostilidades que decorrem nestes territórios nos últimos anos.

Esta informação foi divulgada pelo chefe da assessoria de imprensa da Organização do Património Cultural, Artesanato e Turismo do Irã (ICHHTO) Hamid Ziaeeparvar.

Militantes Estado Islâmico destroem artefatos em museu de Mosul - Sputnik Brasil
Unesco pede reunião da ONU para discutir destruição de artefatos históricos no Iraque
“Para o Irã, sendo um país historicamente e culturalmente próximo ao Iraque e à Síria, é um grande honor sentir-se envolvido na conservação de monumentos histórico-culturais dos países vizinhos. Já estabelecemos contato com os nossos colegas em Bagdá e Damasco. Esperamos que um plano de ações conjuntas seja elaborado no futuro próximo”, manifestou.

Os acontecimentos de finais de fevereiro, quando radicais do Estrado Islâmico usavam martelos e brocas para destruir várias grandes estátuas do museu de antiguidades de Mossul no norte do Iraque, mostradas a seguir aos pedaços não ficaram fora da atenção do Irã que mostrou prontidão a dar asilo no seu território aos monumentos de cultura e arte do Iraque até o fim de hostilidades neste país. Hamid Ziaeeparvar apontou que a República Islâmica do Irã enviou uma inquirição a este respeito aos colegas iraquianos e está aguardando a resposta que, segundo ele, deve ser positiva, tomando em conta que um entendimento geral já foi atingido.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала