Poroshenko propõe usar cultura como “arma”

© AP Photo / Efrem LukatskyPresidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko
Presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, disse nesta segunda-feira (9) que a cultura deve ser usada como uma “arma” para repelir as tentativas de "corroer a identidade nacional".

"Para sermos bem sucedidos em rechaçar o agressor, devemos elaborar uma nova política cultural. A cultura vai se tornar uma arma", declarou o presidente ucraniano, citado por meios de comunicação do país, durante as comemorações do aniversário de 201 anos de nascimento do poeta ucraniano Taras Shevchenko.

Ao mesmo tempo, o chefe de Estado disse que "a Ucrânia precisa de paz como precisa de ar".

Segundo afirmou anteriormente o vice-premiê e ministro da Cultura, Vyacheslav Kirileno, as autoridades de Kiev estão recorrendo à poesia de Shevchenko para tentar elevar o moral dos ucranianos.

Desde as 6 horas da manhã (horário local) desta segunda-feira, versos do poeta estão sendo recitados pelo presidente, pelo primeiro-ministro, pelo presidente do Parlamento, por personalidades artísticas e por membros da operação militar no leste do país, em uma maratona de 18 horas no rádio intitulada "Shevchenko Mobiliza".

 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала