EUA voltam a protestar contra o racismo

© AFP 2022 / Jewel SamadProtesto contra racismo da polícia nos EUA
Protesto contra racismo da polícia nos EUA - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Na cidade de Madison, estado norte-americano de Wisconsin, um policial atirou e matou um jovem negro. Os habitantes da cidade se reuniram para protestar perto da Prefeitura, para reclamar contra a violência policial injustificada.

Nos finais do ano passado, protestos semelhantes se espalharam por todo o país, depois de uma série de assassinatos pela polícia de negros norte-americanos.

Na noite passada (de 6 a 7 de março) um policial estava a perseguir o  jovem, que teria interferido com o tráfego nas estradas da cidade. A perseguição terminou no apartamento, onde eles começaram a briga. O policial usou a sua arma. Como se verificou, o jovem não estava armado. Ele morreu em um hospital local de seus ferimentos. Relata-se que o seu nome era Tony Robinson.

O novo uso de armas pela polícia contra um negro resultou em protestos na cidade. Os manifestantes gritavam, entre outras coisas: "Em quem podemos confiar? Não na polícia! Ninguém se importa com as vidas dos negros!”

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала