Venezuelanos celebram dois anos da morte de Hugo Chávez

© flickr.com / Joseph RemedorBandeira da Venezuela
Bandeira da Venezuela - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Dois anos depois de sua morte, o ex-presidente Hugo Chávez segue gerando posições contrárias entre os venezuelanos, imersos em uma crise econômica que pela primeira vez em 16 anos colocou o chavismo diante do risco de uma derrota eleitoral.

O governo e seus seguidores comemoraram nesta quinta-feira com uma série de atos em Caracas e em outras cidades a morte de Chávez, vítima de um câncer.

"Hoje recordamos as lições aprendidas com o grande mestre, construtor da nossa nova história, Hugo Chávez", disse o presidente Nicolás Maduro, presente em um ato comemorativo que contou com a presença de intelectuais latino-americanos realizado na Praça Bolívar, em Caracas.

Maduro aproveitou o evento para reiterar a denúncia sobre um suposto plano golpista contra ele e seus partidários, clamando para que seus apoiadores "defendam a pátria" e denunciem aqueles que impulsionem a "guerra econômica" através do desabastecimento de produtos básicos.

Apesar dos tempos difíceis, a recordação do carismático líder político segue presente para uma parte da população. Outro setor no entanto, o responsabiliza pela crise que poderia se agravar pela queda nos preços do petróleo, a principal fonte de recursos do país.

Em toda a capital, atos contrários à Chávez e ao chavismo também ocorreram nesta quinta-feira. 

fonte: Estadão Conteudo

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала