Lavrov critica declarações de Obama sobre o assassinato de Nemtsov

© Sputnik / Evgeny Biyatov / Abrir o banco de imagensSergei Lavrov
Sergei Lavrov - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O chanceler russo, Sergei Lavrov, criticou nesta terça-feira (3) as declarações do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, sobre o assassinato do político russo Boris Nemtsov.

Segundo o chefe da diplomacia russa, os redatores dos discursos de Obama "não tiveram tempo de entregar nada", e o próprio presidente se mostrou "incapaz de oferecer uma redação decente".

O líder norte-americano disse que o assassinato de Nemtsov, um opositor do atual governo russo, é "um sintoma do clima — pelo menos na Rússia — no qual a sociedade civil, jornalistas independentes e cidadãos, tentando se comunicar através da Internet, cada vez mais sentem que estão sob ameaça". Ao mesmo tempo, Obama reconheceu abertamente que não fazia ideia sobre as circunstâncias reais da morte de Nemtsov: "não sei o que foi isso", disse o presidente dos EUA.

O político da oposição e ex-primeiro-ministro, morto a tiros no centro de Moscou na noite de sexta-feira (28), foi enterrado na capital russa nesta terça-feira.


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала