Espionagem britânica é questionada sobre "Jihadi John"

Grã-Bretanha
Nos siga noTelegram
As agências de espionagem britânicas são alvo de questionamento sobre como um jovem londrino, que estava no radar das autoridades por causa de investigações sobre terrorismo, conseguiu viajar para a Síria e se transformar no militante mascarado que ficou conhecido como "Jihadi John".

Autoridades identificaram o homem, que aparece em alguns vídeos decapitando reféns do grupo Estado Islâmico, como o programador de computadores Mohammed Emwazi, de 26 anos, nascido no Kuwait.

Emwazi era conhecido pelas agências de inteligência britânica desde 2009, por causa de investigações sobre o terrorismo islâmico na Somália e em outros países. As agências, entretanto, viam o rapaz como apenas um morador do oeste de Londres que teria viajado para a Síria em 2012.

Chris Phillips, ex-diretor do Escritório Nacional de Segurança e Contraterrorismo do Reino Unido, disse, nesta sexta-feira, que o caso mostra que a polícia e as agências de inteligência não têm os recursos necessários para monitorar o crescente número de suspeitos.

fonte: Estadão Conteudo

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала