OSCE nega atividade militar russa na fronteira com Ucrânia

© AFP 2022 / Anatolii BoikoInspetores internacionais negam atividade militar russa na fronteira com Ucrânia
Inspetores internacionais negam atividade militar russa na fronteira com Ucrânia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A afirmativa foi feita pelos representantes Holanda, confirmada por Alemanha e Dinamarca. Essa é a terceira inspeção do gênero. Antes disso, especialistas ucranianos e turcos também não encontraram indícios de atividades das forças armadas russas.

A inspeção realizada por especialistas militares holandeses não detectou atividades militares russas na Oblast de Rostov, na fronteira com Ucrânia, comunicou o chefe do departamento de controle para cumprimento de acordos do ministério da Defesa da Federação da Rússia, Sergei Ryzhkov. 

Observadores da OSCE na Ucrânia - Sputnik Brasil
Secretário-geral da OSCE não viu tropas russas em Donbass
“Ao fim da inspeção, o chefe da delegação da Holanda confirmou a falta de ações militares na região, no caso da existência das quais a Federação da Rússia seria obrigada a comunicar os países membros da OSCE, segundo acordos internacionais”, informou Ryzhkov à agência RIA Novosti.  

O oficial russo destacou que a avaliação foi confirmada por representantes da Alemanha e Dinamarca, que participaram do trabalho do grupo holandês. 

Essa é a última inspeção do gênero a ser realizada em território russo, no âmbito do acordo de Viena de 2011, que prevê a possibilidade de realização de três inspeções por ano em qualquer país. 

Militares ucranianos - Sputnik Brasil
Missão da OSCE não tem acesso a Debaltsevo
A primeira inspeção foi realizada por especialistas ucranianos na semana passada e não foi detectada nenhuma atividade irregular no exército russo. A segunda foi realizada por especialistas da Turquia, que também não encontraram atividades militares da Rússia na Oblast de Rostov, que faz fronteira com Ucrânia.

Inúmeras vezes Moscou negou as acusações de Kiev de estar enviando suas tropas para Ucrânia, bem como o seu envolvimento com os acontecimentos no sudeste ucraniano. O chefe do Estado-Maior do exército ucraniano, Viktor Muzhenko, chegou a reconhecer a inexistência de tropas russas em território do seu país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала