Opinião: Rússia ganha batalha após Acordos de Minsk

© AFP 2022 / MAXIM MALINOVSKYNegociações em Minsk
Negociações em Minsk - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Apesar da propaganda do Ocidente, que mostra a Rússia como 'agressor' na crise ucraniana, Moscou ganhou o respeito de seus interesses na Europa e uma trégua no conflito, acordada por líderes europeus, opina o cientista político indiano.

Os Acordos de Minsk, assinados por representantes do governo ucraniano e os líderes das autoproclamadas Repúblicas de Donetsk e Lugansk, tornaram-se um sucesso diplomático da Rússia, escreve no seu artigo Melkulangara Bhadrakumar, colunista do site analítico Strategic Culture Foundation, ex-diplomata e cientista político.

Segundo ele, as condições dos Acordos de Minsk confirmam que Moscou entrou nas negociações com uma posição de partida bastante forte, contrariamente às informações difundidas pelos meios de comunicação ocidentais.

Situação na Ucrânia - Sputnik Brasil
Opinião: Acordos de Minsk fazem EUA recuar
O principal resultado e conquista da diplomacia russa no que toca à resolução do conflito entre Kiev e os líderes das repúblicas autoproclamadas, acredita o cientista político, foi o acordo de manutenção do diálogo sobre o estatuto das regiões do Sudeste.

"Sem dúvida, a Rússia beneficiou [das negociações], porque a posição inflexível do Kremlin em negar as ambições territoriais na Ucrânia foi confirmada. Por outro lado, a Rússia defende o princípio de integridade territorial da Ucrânia e vai segui-lo até ao fim, desde que haja paridade na observância dos  interesses legítimos de Moscou e do Ocidente. Os líderes da França e da Alemanha parecem compreender esta posição", opina o analista.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала