RPD e RPL recusam assinar o acordo final em Minsk

© Sputnik / Sergey Averin / Abrir o banco de imagensOs líderes das Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk, Aleksandr Zakharchenko e Igor Plotnitsky
Os líderes das Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk, Aleksandr Zakharchenko e Igor Plotnitsky - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Várias agências citando suas próprias fontes divulgaram que os representantes das Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk (RPD e RPL) recusaram assinar o documento elaborado pelo grupo de contato em Minsk.

Os líderes das Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk, Aleksandr Zakharchenko e Igor Plotnitsky, respetivamente, não esclareceram as razões de sua recusa.

Acabou de ser divulgado que a RPD e RPL insistem na retirada das tropas ucranianas da área de Debaltsevo em Donbass. 

Anteriormente tinha sido divulgado que o documento elaborado em Minsk propõe um armistício, a retirada dos armamentos pesados e a criação de uma zona de segurança desde 14 de fevereiro. O documento final deveria ser apresentado perto das 12h00 de Moscou (07h00 em Brasília).

A reunião entre os líderes da Alemanha, França, Rússia e Ucrânia, iniciada na tarde da quarta-feira em Minsk, dia 11 de fevereiro, durou quase 14h seguidas e inicialmente terminou perto das 10h00 de Moscou (05h00 em Brasília). Mais tarde foi tornado público que os líderes voltaram às negociações. 10h00 de Moscou (05h00 em Brasília). Mais tarde, foi tornado público que os líderes voltaram às negociações.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала