Opinião: autoridades dos EUA vão roubar seus cidadãos para prestar ajuda à Ucrânia

© Sputnik / John Trust / Abrir o banco de imagensDonetsk está em ruínas após bombardeio
Donetsk está em ruínas após bombardeio - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Washington está disposto a não medir esforços para neutralizar a "agressão russa", cuja imagem foi criada por propagandistas norte-americanos que recebem benefício material pela propaganda antirussa, opina o ex-candidato à presidencia dos EUA Ron Paul.

Não há dúvida quanto a quem vai pagar pela assistência militar à Ucrânia – serão os contribuintes dos EUA, escreveu o político Ron Paul no site da organização Ron Paul Institute.

"O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, que chegou ao poder em resultado de um golpe de Estado com a ajuda das elites europeias e da OTAN, disse estar certo de que os contribuintes norte-americanos vão garantir o fornecimento de armas letais, necessárias para lutar contra as milícias no sudeste. Eu nunca tive nenhuma dúvida ", escreveu o político.

Habitantes no abrigo em povoação Maryinka, na região de Donetsk - Sputnik Brasil
Civis ucranianos obrigados a viver em abrigos na região de Donetsk
É claro que tudo isso é destinado a neutralizar a chamada agressão russa, escreve Paul, enquanto a política expansionista da aliança nunca foi vista como o problema mais importante deste conflito armado e muito perigoso.

“A declarada necessidade de fornecer armas letais é que estas ajudarão a resistir às tropas russas, que alegadamente se encontravam no território da Ucrânia. No entanto, os propagandistas ainda não forneceram um único argumento que comprove tal fato”, declarou ex-candidato à presidência.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала