Autoridades chinesas proíbem nicknames "Obama" e "Putin"

© Sputnik / Vladimir Pesnya / Abrir o banco de imagensEstúdio de filmes de animação Wizart Animação
Estúdio de filmes de animação Wizart Animação - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Algumas pessoas na Internet usam os nomes de pessoas famosas, incluindo de líderes dos países estrangeiros. De acordo com o Gabinete do Ciberespaço chinês, elas espalham boatos e o caos no ciberespaço, o que "prejudica o interesse público".

A partir de 1 de março na Internet da China é proibido usar os nicknames "Putin", "Obama" e outras pseudo-contas com nomes de instituições públicas, meios de comunicação e outras entidades, bem como nomes de celebridades e autoridades.

O relatório do Gabinete do Ciberespaço da China afirma que estas medidas são realizadas para garantir a "pureza no ciberespaço" do país.

Segundo as novas regras, os chineses devem especificar o usuário usando o nickname que foi usado ao registrar sua conta.

Twitter - Sputnik Brasil
Vício na Internet tem provocado atos extremos
As novas regras também proíbem o uso na Internet de qualquer outra informação que possa causar dano "à segurança do Estado" ou que viole a Constituição. Essa informação diz respeito à difusão de materiais pornográficos, materiais extremistas ou que promovam jogos de azar e prostituição.

As autoridades manterão o controle de todos os blogs, microblogs, redes sociais, serviços de mensagens instantâneas, comentários online e outras plataformas de Internet, divulga a Xinhua.

Todas as páginas que não sigam estes regras serão bloqueadas. No entanto, as autoridades prometeram lançar um mecanismo para reclamações, para que os usuários tenham a possibiliadde de desbloquear a sua conta, caso seja bloqueada.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала