Vício na Internet tem provocado atos extremos

© Sputnik / Aleksandr Kryazhev  / Abrir o banco de imagensTwitter
Twitter - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Internet está provocando uma verdadeira epidemia mundial e provocando atos extremos. Na China, um jovem de sobrenome Wang cortou a própria mão para tentar se livrar do vício na web. Ele teve o membro reimplantado pelos médicos, mas ainda não sabe se terá todos os movimentos de volta.

O país asiático é um dos que mais tem se preocupado com os problemas ocasionados com o longo tempo dispensado à Internet. A China tem 620 milhões de usuários da rede, quase metade de sua população de 1,3 bilhões de habitantes, e provou leis que exigem das produtoras de games mecanismos para limitar o tempo de uso e criou 250 clínicas de reabilitação.

O problema, porém, não é específico da China. Dados indicam que 7,1% da população da Ásia está viciada na Internet. Já o British Medical Journal publicou um artigo mostrando que as crianças nascidas atualmente, quando completarem sete anos de vida, terão passado um ano inteiro na frente de computadores, smartphones, videogames, tablets e TVs.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала