Veredito da Corte de Haia sobre conflito na Croácia não satisfez presidente sérvio

© Sputnik / Aleksei Nikolsky / Abrir o banco de imagensTomislav Nikolic
Tomislav Nikolic - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Corte Internacional de Justiça da ONU de Haia rejeitou as acusações da Sérvia contra a Croácia por genocídio, mas reconheceu os crimes em massa contra os sérvios. O presidente sérvio, Tomislav Nikolic, disse em entrevista exclusiva para a Sputnik Sérvia que não estava satisfeito com esta decisão.

A Croácia e a Sérvia se acusaram mutuamente de genocídio durante o conflito no território croata após o colapso da Iugoslávia, em 1991-1995. Durante este tempo, a guerra matou mais de 20.000 pessoas.

A operação “Tempestade" pôs fim ao conflito na Croácia, tornando-se a maior ação militar no país após o colapso da Iugoslávia. Foi realizada em agosto de 1995 e terminou com a derrota da Krajina Sérvia, a república autoproclamada que existia no território da Croácia nos anos 90.

“Pessoalmente, não estou satisfeito com o veredito do Tribunal Internacional de Justiça. Foi decidido não restabelecer a justiça e emitido um veredicto, que devemos respeitar. Em princípio, o veredicto não satisfaz nenhum dos lados. Mas vamos terminar nossos conflitos com a Croácia. O que nos cabe é começar a viver em relacionamento normal”, disse o presidente sérvio, Tomislav Nikolic, na entrevista exclusiva para a Sputnik Sérvia. 

Ele acrescentou que Sérvia tem sabido superar a difícil herança do passado e que o objetivo atual do governo é alcançar uma vida melhor, e não mostrar “amor ou ódio aos croatas”.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала